Nossa História

A nossa história começa em 2012, com o objetivo de conhecer as necessidades da comunidade do Peri Alto, bairro da zona norte de São Paulo com alta vulnerabilidade social. Para isso foi realizado um trabalho de pesquisa com os moradores - 44 famílias foram entrevistadas - e se confirmou a inexistência de qualquer equipamento público de lazer ou de cultura na região.

O Projeto PIPA nasce, então, com a proposta de oferecer, em especial às crianças e aos adolescentes, um espaço de integração a fim de minimizar a deficiência desses equipamentos na região. Para isso, houve a junção de esforços do Projeto Resistência, que tem como eixo temático o resgate do brincar e da cultura popular, com o Centro de Incentivo ao Estudo e OrientaçãoVocacional (CIEOP) que oferece cursos de orientação vocacional a partir de uma análise da personalidade, dos interesses vocacionais, das habilidades e das prioridades dos adolescentes. A partir dessa fusão se adotou como eixo temático o resgate do brincar e da cultura popular, bem como a orientação aos adolescentes.

 

Por sermos um coletivo, temos a proatividade de fazer todas as coisas, porém respeitando o desejo e interesse de cada um, sendo assim, podemos ver nosso projeto sobre estes 5 pontos:

Nosso Caminho

O primeiro passo é estabelecer um relacionamento com a comunidade.

A construção do Pipa tem como objetivo ser um projeto realizado com a comunidade e não para a comunidade, em um exercício de aprendizado mútuo.

Cientes de que a comunidade já sofreu por inúmeras promessas não cumpridas, e também cientes da falta de qualquer equipamento público voltado para as crianças e adolescentes, perseveramos e acreditamos que é possível construir possibilidades de transformação social e humana, não de uma forma idealizada, mas uma forma possível e honesta com a comunidade.

O Pipa não foca em resultados, muito menos quantitativos. As transformações são individuais e não mensuráveis. A crença é de que juntos com a comunidade somos instrumentos de empoderamento, de conscientização e justiça social.

 

 

 

Onde Estamos

O Pipa está localizado na Zona Norte de São Paulo, na Prefeitura Regional da Casa Verde-Cachoeirinha, no Jardim Peri, região conhecida como Peri Alto.

A comunidade fica entre os bairros Brasilândia e Horto Florestal, com a costa para a reserva florestal da Cantareira. Em destaque nas manchas maiores em amarelo no mapa abaixo:

A sede do projeto fica em frente as três maiores favelas da região. Terrenos ocupados a partir de 1985 e hoje totalizam cerca de 2050 famílias – dados fornecidos pela Prefeitura de São Paulo, SEADE (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados) e GeoSampa.

Nos aproximando

Abaixo segue um vídeo, feito por um grupo de estudantes de Arquitetura e Urbanismo, em 2015, que mostra aspectos territoriais e sociais importantes do Bairro.

 

O IPVS - Índice Paulista de Vulnerabilidade Social

Este índice, elaborado pela Fundação SEADE, oferece uma visão detalhada das condições de vida no município, com a identificação e a localização espacial das áreas que abrigam os segmentos populacionais mais vulneráveis à pobreza.

Fundamentado em estudos e teorias sobre o fenômeno da pobreza, que levam em conta não apenas a renda, mas também os diversos fatores determinantes da situação de vulnerabilidade social tais como escolaridade, saúde, arranjo familiar, possibilidades de inserção no mercado de trabalho, acesso a bens e serviços públicos.

O índice de classificação segue a escala de 1 a 6, sendo 1 de baixíssima vulnerabilidade social até o 6, o maior índice de vulnerabilidade social nas áreas urbanas. Das três favelas da região, duas estão classificadas com o índice 6. A terceira ainda não foi classificada pois a ocupação surgiu após o levantamento ser realizado.

Nossa Casa

Em 2015, o Pipa alugou uma casa para melhor atender a comunidade. O espaço foi inaugurado em julho de uma forma especial: as crianças deixaram sua marca na parede.

Só foi possível o estabelecimento na casa após a realização de vários mutirões tanto de limpeza como de reforma da área interna e campanha para compra de matérias de construção.

Principais desafios

🔹 Aumentar a participação de voluntários;


🔹 Contratação de Funcionário tanto administrativo como oficineiros(as);


🔹 Estabelecer parcerias com instituições que possam levar serviços à comunidade;


🔹 Institucionalização como associação;


🔹 Término da Reforma;


🔹 Compra do Mobiliário Pedagógico;

Nossos Valores

🔹 Fortalecimento de vínculos com a valorização dos relacionamentos como forma de transformação coletiva e individual;
🔹 Priorização da autonomia como caminho para a libertação das diversas formas de opressão;
🔹 Mobilização de recursos e prestação de contas com ética de responsabilização e transparência;
🔹 Respeito às diversidades por meio da empatia e horizontalidade;
🔹 Atuação em direitos humanos visando o combate à discriminação de gênero, regionalidade e ao racismo;
🔹 Articulação na temática da cidadania atuando para a redução das desigualdades socioeconômicas.

Nossa Missão

Promover o protagonismo de crianças e adolescente e atuar a favor da justiça social nas esferas do brincar, da cultura, das artes e da educação não formal.

Nossa Visão

Crianças e adolescentes com princípios de autonomia e cidadania, sendo sujeitos políticos, capazes de mudar sua realidade e contribuindo para melhoria da sua comunidade.